Top 3: Melhores Leituras de 2017

Resolvi fazer uma retrospectiva literária do ano de 2017 e compartilhar com vocês não apenas as minhas três melhores leituras, mas também o título de todas as minhas leituras do ano.
Confesso que criar um Top 3 das 29 leituras (incluindo releituras) do ano foi uma missão um tanto quanto desafiante. Por quais critérios selecioná-las? Conteúdo edificante? Leitura emocionante? Foi difícil chegar a uma decisão, pois, felizmente, a maioria dos livros que li no ano passado foram bons. Por fim, eu montei o Top 3 com base na minha experiência pessoal. Segue abaixo as minhas três melhores leituras e na sequência a lista geral. Espero que gostem!

 
O Diário de Anne Frank
Este livro me marcou profundamente. Ele, além de ter sido uma das três melhores leituras do ano, também foi uma das melhores da vida. Ao longo de suas páginas me emocionei por diversas vezes. A escrita um tanto quanto poética da Anne, somada aos insights que ela tinha e ao contexto histórico em que viveu resultaram numa obra inigualável.
Sem dúvida uma leitura carregada de emoção e significado. Além disso, uma série de perspectivas pessoais foram expandidas enquanto eu imergia no mundo de Anne. Pois a Anne era muito mais que uma garota judia refugiada durante a Segunda Guerra Mundial, ela era uma vida extraordinária com pensamentos profundos e um dom de escrita singular. Assim sendo, a dona do diário transformou-se em uma amiga que deixou o meu coração cheio de saudades quando partiu.
Amei o livro! Recomendo e o enxergo como leitura obrigatória. Todos deveriam ler este diário inspirador.

 
De Graça em Graça
Esse livro tem uma conatação bem espiritual e chegou pra mim num momento mais que oportuno. Como ele já foi resenhado aqui no OL vou me ater apenas ao que deixei de comentar na resenha.
Bom, De Graça em Graça chegou num época emocionalmente difícil, na qual eu não conseguia ler livro algum. Sabe quando você começa ler um livro e não engrena e daí você começa outro, mas acontece a mesma coisa? Pois é, eu estava vivendo um momento assim, ou seja, começava vários livros e não terminava nenhum. Até que De Graça em Graça chegou e trouxe um novo vigor a este meu coração literário. Eu o li em apenas dois dias e desde então meu ritmo de leitura deslanchou. Por esses motivos e pelos que citei na resenha é que ele se encontra no meu Top 3 de melhores leituras do ano.

Para Sempre
Um livro maravilhoso! Foi um dos melhores do ano e da vida! Suas páginas são sobre amor, restauração, recomeços, perseverança, valores e fidelidade. Ele ampliou a minha visão sobre relacionamento, casamento e amor.
Confesso que o pequeno número de páginas me deixou com o pé atrás. Pensei que seu conteúdo seria superficial e nada envolvente, mas, felizmente, me enganei fortemente. Essa leitura é detalhada e emocionante, além de agregar valor e ter a capacidade de despertar em nós uma série de reflexões. Queridos, essa é uma história de amor que todos deveriam conhecer, mesmo os que já assistiram ao filme. Simplesmente apaixonante!

Agora, segue abaixo todas as leituras do ano em ordem cronológica e seguidas das suas respectivas classificações. Eu as classifiquei como: péssimo, ruim, bom, muito bom e ótimo.

1º) O Amanhã Começa Hoje – Alf Lohne (ótimo)
2º) Profissional de Sucesso – Cristiano Stefenoni (bom)
3º) Auggie & Eu – R. J. Palacio (ótimo)
5º) Felizes no Amor –  Nancy Van Pelt (ótimo)
6º) Soldado Desarmado – Frances M. Doss (bom)
7º) A Melhor Corrida do Mundo – Marcelo Segala, Wiliam Cruz (bom)
8º) Na Pior em Paris e Londres – George Orwell (ótimo)
9º) A Melhor Coisa que Nunca Aconteceu na Minha Vida – Laura Tait, Jimmy Rice (ruim)
10º) A Sua Melhor Versão te Leva Além – Bel Pesce (bom)
11º) O Diário de Anne Frank – Anne Frank (ótimo)
12º) Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis (ótimo)
13º) A Hora da Estrela – Clarice Lispector (bom)
14º) De Graça em Graça – Priscilla Rocha Chaves (ótimo)
15º) O Menino do Pijama Listrado – John Boyne (muito bom)
16º) Para Sempre – Kim Carpenter, Krickitt Carpenter (ótimo)
17º) Graça por Graça – Priscilla Rocha Chaves (muito bom)
18º) Espelho, Espelho Meu... Agora o Espelho é Deus – Emanuelle Sales (muito bom)
19º) Dom Casmurro – Machado de Assis (ótimo)
20º) Imagem e Semelhança – Emanuelle Sales (ótimo)
21º) Filha de Rei – Emanuelle Sales (ótimo)
22º) A Garota que Você Deixou Para Trás – Jojo Moyes (ótimo)
23º) A História Épica do Povo Judeu – Lawrence Joffe (bom)
24º) Uma Rainha Relutante – Joan Wolf (bom)
25º) A Neurociência da Felicidade – Rosana Alves (bom)
26º) As Aventuras de Sherlock Holmes #1 – Sir Arthur Conan Doyle (muito bom)
27º) Marketing Pessoal – Sady Bordin (ótimo)
28º) As Aventuras de Sherlock Holmes #2 – Sir Arthur Conan Doyle (muito bom)
29º) As Aventuras de Sherlock Holmes #3 – Sir Arthur Conan Doyle (muito bom)

4 comentários:

  1. Oi, Bia!!! Você me empolgou para ler os seus top 3!!!
    É muito triste e quando as leituras não engrenam, mas é um graaande alívio quando um livrinho especial traz novamente o prazer da leitura. Me senti assim com Orgulho e Preconceito, que é muito gostoso de ler!!

    Beijos! !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Fico feliz em saber que te empolguei! Eu amo ver vídeos no Youtube sobre retrospectivas literárias! Acabo sempre lendo alguns dos melhores livros lidos pelas booktubers. Tipo, se tais livros, dentre tantos, ganharam destaque, então possivelmente são ótimos livros.
      Também já li "Orgulho e Preconceito". Haha <3 É uma delicinha de livro!

      Beijos.

      Excluir
  2. Olha só! O "De graça em graça" está na lista do TOP 3!
    Fiquei até emocionada agora :D
    Que bom que tudo o que Deus falou comigo e eu pude compartilhar neste livro fez diferença pra você quando o leu, Bia!

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial