Resenha: Saúde Nua e Crua


Título: Saúde Nua e Crua
Autora: Márcia Lobo Vidoto
Páginas: 304
Editora: Bio Editora
Ano : 2016
Classificação: 5/5
Sinopse: Povos centenários encontraram o caminho da saúde e longevidade. Esse segredo milenar passou no crivo científico e é usado hoje com sucesso por médicos e profissionais da saúde. O tratamento preventivo e curativo é único: uma alimentação natural, aliada ao estilo de vida ativo e saudável. Esta obra é um manual de passo a passo, um guia prático,

Saúde Nua e Crua é um ótimo livro! Rico em informações, denso em páginas e necessário à nossa geração. Eu particularmente diria que este livro pode dar um tapa na cara de alguns, um soco no estômago de outros e possivelmente motivar muitos a transformar sua dieta. Isso porque ele traz verdades potencialmente libertadoras. Essa leitura pode ser o primeiro passo para a construção de um estilo de vida mais saudável.

A nutrição precisa ser seu mais poderoso e eficaz tratamento preventivo e curativo.
Ao longo das suas 300 páginas a Dra Márcia Lobo Vidoto, PhD em nutrição, levanta a bandeira da alimentação como fonte de vida ou de morte. A autora discorre sobre o assunto com base em inúmeras pesquisas científicas. Aliás, esta é uma das características mais positivas da obra, pois confere credibilidade às análises feitas pela autora. Dezenas e mais dezenas de estudos são citados e diversos argumentos de autoridade são mencionados. É como se o livro em si fosse nada mais nada menos que um artigo de revisão.

Começando por temas como saúde, doença e genética, a autora introduz o leitor num campo técnico, mas facilmente entendível. A partir daí assuntos como vegetarianismo e vícios alimentares vem à tona. Tudo abordado de forma didática, numa linguagem simples e informativa. A obra tem um caráter fortemente educativo e desde o início é perceptível o posicionamento da doutora. Ela perceptivelmente é favorável à abstenção do consumo animal e de seus derivados; também acredita que a alimentação humana deve-se centrar em alimentos não industrializados.
Embora a batalha contra velhos e prejudiciais hábitos seja ganha “um dia de cada vez”, o objetivo de cada dia deve ser a autodisciplina da abstinência.
Algo de que gostei muito no livro e que revela o caráter didático da obra é que ao final de cada capítulo há um pequeno resumo com as principais informações discorridas nele. E há também quase 50 páginas de receitas e sugestões práticas. Mas, em contrapartida, algo que não gostei foi como a autora abordou de forma um tanto rasa temas tão controversos como o uso do óleo de coco, por exemplo. Felizmente, essa minha insatisfação é bastante pontual. Em suma, como eu disse na primeira linha desta resenha, Saúde Nua e Crua é um ótimo livro.

Essa obviamente não é uma leitura tão fluida como um romance, mas também não é penosa como muitos clássicos da literatura. Assim sendo, deixo essa obra como sugestão para profissionais da saúde e pessoas que estejam precisando de um estímulo para mudar seus hábitos alimentares. Mas, sobretudo, creio que Saúde Nua e Crua é indicação certeira para aqueles que têm sofrido com doenças crônicas e aos que batem ponto mensalmente nas farmácias. Digo isso porque acredito fortemente que as verdades destes livros possam representar esperança para muita gente. No meu caso, sou eternamente grata ao Tomé White – colaborador do Oásis Literário – por ter me presenteado com essa obra. Um ótimo livro, queridos. Um ótimo livro!

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial