Resenha: Colheita de Ouro


 
Título: Colheita de Ouro
Autora: Tessa Afshar
Páginas: 336
Editora: Bvbooks
Ano : 2017
Classificação: 5/5

Sinopse: 
Uma Mensagem oculta, traição, oposição e um sucesso concedido por Deus, levarão a uma recompensa improvável. A escriba Sara casou-se com Dario, e as vezes ela sente que se casou também com a aristocracia Persa. Mas há outra coisa que ela não esperava em seu casamento – Sara começou a amar o seu marido. Ela tem riqueza, propriedades, honra e poder; mesmo assim assegurar o amor de seu marido parece impossível. E embora Dario tenha combatido em inúmeros campos de batalha, enfrentando inimigos cruéis, ele se vê diante de Sara com um medo que nunca havia experimentado antes – tudo porque ele deseja expressar a verdade para sua esposa.

Há livros que desbravam o íntimo do nosso ser e despertam o que há de melhor dentro de nós. Livros que promovem uma avalanche de emoções e criam uma sensação indescritível de afinidade com seus personagens. Livros capazes de acariciar nosso coração com uma ternura imensurável. Ou seja, felizmente, para nós, leitoras, há livros como Colheita de Ouro, o segundo título da duologia Colheita.

Bom, nesse volume Tessa Ashar dá forma a um mistério extremamente instigante. Pois, em meio a uma viagem Dário e Sara descobrem que um plano para matar o rei da Síria está em curso. Assim, com a vida do rei em risco, uma investigação eletrizante e envolvente passa a ser a trama central da obra. Em contrapartida, chegam aos ouvidos de Neemias, personagem bíblico e copeiro real, péssimas notícias a respeito de Jerusalém. Como resultado, tanto da investigação quanto da triste situação de Jerusalém, Dário, Neemias e uma grande comitiva são enviados em expedição à capital israelita.

Mas, sobretudo, em Colheita de Ouro nós acompanhamos a evolução de Sara como mulher e esposa, assim como as suas crises matrimoniais e desafios relacionados à segurança pessoal e autoestima. Assim, embora haja investigação e a reconstrução de Jerusalém como panos de fundo, são as dificuldades emocionais de Sarah, bem como a crise em seu casamento, que saltam aos olhos do leitor. Pois, Tessa Afshar foi extraordinária em trazer à ficção um dos casais mais realistas que já conheci na literatura.
Que par nós somos! Enfio qualquer coisa relacionada à minha fé longe de sua audição e ele esconde seu coração longe de mim. Isso torna a minha vida solitárias às vezes.
Diferentemente do primeiro livro da duologia, este é narrado em terceira pessoa, o que nos permite saber os pensamentos de cada personagem, além dos da protagonista. Ademais, cabe salientar que a obra tem um viés fortemente familiar e psicológico. Ou seja, não apenas relacionamentos familiares ganham destaque ao longo da história, mas dificuldades emocionais e suas consequências são a todo o momento evidenciadas. A autora desvenda o que está por trás do comportamento dos personagens e do modo como se relacionam com Deus. Tudo de um modo muito natural. Aliás, a história é muito bem feita e coesa, seus episódios se encaixam perfeitamente e sua narrativa é extremamente fluida.
Este mundo oferece poderosas armas. Amargura. Distanciamento. Falta de perdão. Você pode ganhar uma discussão com essas armas. Você pode se sentir justificado. Sentir-se correto. No final, contudo, elas vão lhe roubar qualquer chance de felicidade. Como espadas, elas podem separar a melhor das uniões.
Em linhas gerais, devo confessar que Colheita de Ouro foi um dos melhores livros que li na vida, não por conta do enredo, mas sim pelas lições, pela protagonista e pelo quentinho que ele deixou em meu coração. Portanto, eu recomendo fortemente a leitura, principalmente para quem gosta do gênero e para jovens mulheres. Vale comentar que talvez adolescentes não sejam o público alvo do livro, visto que há muito enfoque nos desafios matrimoniais de Sara e Dário. Por outro lado, creio que a duologia possa ser uma boa pedida para quem não tem muita paciência para ler romances, visto que Tessa Afshar não prioriza tanto o romance em sua narrativa. Enfim, amei ambos os livros, especialmente o segundo e creio que você também os amará!

2 comentários:

  1. Oi, Bia!! Gostei muito da resenha!! Me deu muita vontade de ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!Fico contente em saber que você gostou da resenha! O livro realmente vale muito a pena!
      Beijos.

      Excluir

Postagem mais antiga Página inicial